Brasil, Portugal

A família real portuguesa no Brasil: 210 anos depois

29 Novembro, 2017

A família real portuguesa no Brasil. É sobre isso que quero escrever hoje, pois foi um episódio histórico que mudou para sempre o rumo dos dois países envolvidos: Portugal e Brasil.

Conhecer é também aprender a respeitar e assim, gosto de saber que posso participar na celebração dos 210 anos da partida dos navios de Lisboa, resultado do avanço de Napoleão pela Europa e das primeiras invasões francesas em território português.

A efeméride aconteceu a 29.11.1807 – sabiam que (estima-se) 15.000 pessoas estiveram dois dias embarcadas, mesmo em frente ao porto de Belém, à espera de condições meteorológicas favoráveis para zarpar?

Esta comemoração é então um motivo para poder contar muitas histórias interessantes, sempre verdadeiras e empolgantes claro!

Naquela época, o acontecimento foi uma enorme mudança na vida dos portugueses. Mas foi também uma atitude muito audaz e absolutamente única na História da Europa.

Nunca antes tinha acontecido uma metrópole transferir a corte – o que significa incluir família real, ministros, bibliotecas, tesouros, documentos, tapeçarias, cortinados, loiças, roupas… – para uma colónia (ainda mais tão longe!).

Mas já lá vamos aos detalhes.

Porque esta história podia muito bem começar assim:

Era uma vez… um menino de 9 anos de nome Pedro, que embarcou rumo ao Brasil.

Foi com o seu pai, João, o seu irmão, Miguel, e a sua avó Maria. Em outros navios, seguiram também a sua mãe, Carlota, e as suas seis irmãs.

Anos mais tarde, desde esse dia tão marcante da sua vida, Pedro tornou-se no primeiro Imperador do Brasil. E depois disso, também foi nomeado D. Pedro IV, rei de Portugal e Algarves.

Como imaginam, há 210 anos, a travessia transatlântica era difícil, cheia de perigos e por isso totalmente imprevisível, mas todos conseguiram chegar bem ao seu destino.

Hoje é possível viajar confortavelmente para o Brasil num voo de poucas horas (podem ser cerca de 8 h, um pouco mais ou um pouco menos, depende do destino brasileiro).

Mas, por mais incrível que possa parecer (para quem faz do tempo um factor decisivo na sua vida), também existem cruzeiros super confortáveis e modernos, que continuam a fazer a travessia entre estes dois continentes. Demoram cerca de 10/12 dias, de Lisboa a Salvador ou Rio de Janeiro.

Agora, como podem imaginar, no ano de 1807 as condições eram outras, a mentalidade era outra, as vivências eram outras.

Ou seja, colocar a família real portuguesa no Brasil não foi uma decisão fácil de tomar, nem sequer uma viagem fácil de fazer. E a adaptação àquele clima e alimentação tropical, terá sido também uma novidade para todos.

Sobre este curioso episódio histórico, ainda hoje muitas opiniões se dividem.

Há quem fale numa cobarde FUGA e longa permanência da família real portuguesa no Brasil. E quem defenda que foi precisamente a TRANSFERÊNCIA da família real portuguesa no Brasil que salvou Portugal. E já agora, que ajudou a modernizar o Brasil, até à data, um território afastado das mordomias europeias.

Sobre este assunto, cada um terá sempre os seus argumentos. Eu tenho lido bastante sobre o tema. Cheguei à conclusão que às vezes, a coragem é realmente silenciosa e até muito difícil de reconhecer.

Bom, mas se entretanto já consegui despertar a vossa atenção para esta temática da família real portuguesa no Brasil, então saibam que podem visitar vários lugares em Portugal que fizeram parte deste período tão importante.

Visitas para ficar a saber mais sobre a família real portuguesa no Brasil:

Nas próximas semanas publicarei ainda muitos mais detalhes sobre a viagem do tal menino de 9 anos de nome Pedro.

E quando se aproximar a data da comemoração dos 210 anos da chegada da família real ao Brasil, lá para o início de 2018 (sim, eles demoraram cerca de 8 semanas a chegar a terras brasileiras!…) terei uma surpresa para todos – quem estiver atento às informações ou dicas que vou aqui deixando será certamente recompensado.

Estou a falar a sério! Vai mesmo valer a pena ficar a acompanhar as novidades por aqui…

Dica: Estas pequenas curiosidades que vou partilhar, até se podem transformar na História de Boa Noite para aqueles meninos e meninas que deliram ouvir contar histórias sobre aventuras ou peripécias (vá, sejam criativos e depois digam-me como correu aí por casa!).

****

Estamos no facebook e instagram

AVALIE ESTA PUBLICAÇÃO

Aguarde…
RECOMENDO TAMBÉM

Quero Comentar

Na imprensa

Logótipo do suplemento Fugas do Jornal Público
Logótipo da revista I Like This
Logótipo da revista Calm
Logótipo da revista Sábado
Logótipo da Sapo Viagens
Logótipo da revista Pais & Filhos
Logótipo da revista lux women
Logótipo da revista UP