DICAS DE VIAGEM

Viajar com crianças: dicas e experiências

28 Dezembro, 2015

Em tempo de férias escolares, decidi relembrar uma entrevista que dei há uns meses para o site Para lá da Secretária em que descrevo a minha experiência enquanto mãe viajante e explico várias dicas sobre viajar com crianças.

Espero que vos sirva de inspiração e até quem sabe, vos possa ajudar na lista de resoluções do Ano Novo!  😉

Eu atrevo-me a dar já uma sugestão para o topo dos desejos: VIAJAR COM CRIANÇAS, cada vez mais e mais!!

viajar com crianças

O Gonçalo e o Francisco algures… num aeroporto

Aqui fica então a entrevista:

Reserva de casa, hotel, hostel, campismo ou outro. Qual o melhor meio de alojamento para ir em família?
Gostamos e utilizamos todos. Gostamos de ter experiências novas e diferentes e sempre que possível variamos nos tipos de alojamento. Até já dormimos num comboio (em andamento), num avião (parado) e num campus universitário (de férias).

Mas acho que cada família deve escolher o que for mais conveniente e confortável para a sua própria prole. Por exemplo, se há crianças pequenas é muito útil ter uma cozinha. Por outro lado se é uma família que prescinde de grandes extras, acho que podem aventurar-se no mundo dos hostels.

Praia, campo, cidade ou montanha? Qual é o destino preferido da pequenada?

Acho que sem grande surpresa, a praia normalmente é a eleita. E em regra, agrada a qualquer faixa etária. Mas mais uma vez eu gosto de explorar todas as possibilidades e já fizémos férias muito interessantes no campo, cidade ou montanha, respeitando sempre o ritmo e preferências da pequenada.

Uma boa ideia pode ser conseguir intercalar algumas destas possibilidades nas mesmas férias e assim proporcionar várias experiências.

Tem algum top 3 daqueles que considerou os melhores destinos de férias para ir com as crianças?
Há muitos destinos que ainda não conheço, mas da minha experiência guardo muito boas recordações da Escandinávia (Dinamarca e Suécia), Barcelona e Brasil. Em todos eles, acho que apesar do choque cultural não ser muito grande, há coisas que os miúdos aprendem por lá que dificilmente esquecerão.

Durante o planeamento da viagem, quais considera serem os sites de maior importância que consulta?
Consulto alguns blogs e os sites de turismo do país ou da região que vou visitar.

Tem algum segredo para conseguir poupar quando faz férias em família?
Pesquisar, pesquisar, pesquisar. Acho que é o maior segredo.

Há muitos anos que já não recorro a agências de viagens pois se eu pesquisar e marcar o alojamento e o transporte consigo maior escolha e poupança. Mas para isso é preciso tempo e paciência, claro! E querer fazer umas férias diferentes, pois os pacotes completos e fechados para resorts por exemplo, são mais acessíveis nas agências do que reservar online.

Mas além disso, também tenho outros conselhos básicos: marcar com alguma antecedência, principalmente os voos low cost. Nos países mais caros procurar sempre alojamentos com cozinha ou quartos com beliches para poupar nas refeições fora e no número de quartos necessários para todos. Utilizar transportes públicos em vez do táxi. Comprar comida no supermercado e fazer piqueniques. Evitar os períodos de férias escolares nem que os miúdos precisem de faltar um ou dois dias à escola.

Quais considera os 3 objectos mais importantes quando viaja com os pequenos?
1. Um pequeno jogo portátil, que depende da idade e dos gostos pessoais. Mas até um simples baralho de cartas serve perfeitamente para entreter miúdos e graúdos.
2. Uma caneta, pode parecer um objecto muito básico mas a verdade é que só lhe damos o real valor quando queremos fazer (nem que seja num guardanapo ou numa toalha de mesa de papel) um desenho ou qualquer outra brincadeira e não encontramos nenhuma.
3. Uma mantinha, serve para aconchegar nas sestas, para proteger dos raios solares ou dos pingos da chuva ou até como manta de piquenique.

Quais são as maiores dificuldades que encontra quando vai viajar com crianças? Como é que as ultrapassa?
Não é uma dificuldade, mas é bom saber que para viajar com crianças é preciso respeitar o seu ritmo. Programar muita coisa para todas as horas do dia é um erro. É preciso aceitar que há imprevistos, birras, más disposições (nada que não acontecesse em casa) mas o cansaço de ter de cumprir demasiadas actividades ou visitas programadas pode agravar isso mais.

Em certos países ainda é difícil encontrar alojamento para 4 ou mais pessoas. Alugar um apartamento ou escolher hostels com beliches são uma alternativa. Alguns transportes públicos ainda não estão preparados para as cadeirinhas de bebé. Às vezes é preciso pedir ajuda a estranhos para subir ou descer as escadas, por exemplo.

As crianças adaptam-se bem às novas rotinas durante a viagem?
Sempre achei que as crianças têm um poder de adaptação enorme. E a experiência com os meus filhos confirmou isso mesmo. Levo sempre um brinquedo e umas bolachas preferidas para lhes dar algum conforto emocional, mas não me recordo de qualquer má adaptação relativamente às rotinas de sono e alimentação em viagem.

A partir de que idade é possível viajar com crianças?
Os meus filhos fizeram a primeira viagem de avião aos 5 meses. Acho que antes disso pode ser um pouco precoce, mas a partir daí não vejo inconvenientes.

Qual o melhor conselho que pode dar a uma família antes de partir em viagem pela primeira vez?
Descontraiam e aproveitem, é tudo mais fácil do que imaginam.

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário