Dormir, Portugal

Sweet Atlantic Hotel na Figueira da Foz: vista, localização e simplicidade

22 Maio, 2015

Não sei se é da idade, mas cada vez tenho menos disponibilidade para coisas, lugares ou pessoas que sinto que não me completam. Por outro lado, tenho cada vez mais prazer em investir todo o meu tempo e dedicação a coisas, lugares ou pessoas que me fazem bem.

Acho que já só me apetece fazer a distribuição da minha energia assim mesmo, para aquilo ou aqueles que realmente importam. Não sei se será apenas uma falha temporária na paciência ou até a maturidade a demonstrar o seu efeito, mas estou a gostar!

E isto tudo a propósito da nossa última estadia na Figueira da Foz. Já lá tínhamos passado no Inverno e não gostei, demasiado vazio e ventoso. Depois voltámos no Verão e continuei a não me identificar, demasiada gente e confusão.

Há umas semanas tivemos a oportunidade de lá passar uns dias e achei imensa piada ao lugar. Talvez fosse então mesmo o meio termo que me encantou. Pois confesso, já me falta estofo para percorrer aquele areal todo à procura do mar! E eu que agora ando mesmo numa só de investir os meus recursos em coisas simples, práticas, úteis e tento evitar tudo o que representa o contrário disso, fico com a certeza de que para fazer praia há lugares bem melhores.

hotel sweet

hotel sweet

E a verdade é que assim na meia estação, gostei imenso dos passeios descontraídos na marginal, dos lanches demorados nas esplanadas enquanto os miúdos jogavam à bola na praia (usámos os campos que existem em cima da areia, na praia do relógio), de sair da porta do hotel e estar mesmo em cima da praia, com muitos restaurantes à escolha.

hotel sweet

hotel sweet

Ficámos no Sweet Atlantic Hotel & Spa, bem em frente à tal praia do relógio. E como gosto de hotéis que pensam nas famílias e dão privacidade a pais e filhos, gostei muito daquela suite familiar, com um quarto para o casal, uma zona de estar com um sofá que faz de cama bem confortável para dois, uma mesa de refeições e uma pequena copa (tem chaleira eléctrica com oferta de cafés e chás, frigorífico, fogão, micro-ondas mas não tem loiça).

 

hotel sweet

hotel sweet

hotel sweet

hotel sweet

hotel sweet

No entanto, os miúdos não ficaram lá muito contentes por saber que não era permitida a entrada a menores de 14 anos na piscina interior. E existiram ainda duas coisas naquela suite que não cabem na minha lógica familiar: a televisão estava no quarto de casal e não na sala (principalmente porque tive sempre o quarto invadido!) e bem mais grave, pois pode comprometer a segurança dos mais pequeninos, que é o facto das janelas abrirem para baixo deixando um (ainda que pouco) espaço aberto e vazio para a rua.

hotel sweet

Mas com isso salvaguardado, é um óptimo hotel que recomendo: é moderno, luminoso, confortável, tem um atendimento simpático e wi-fi gratuito. Até o serviço de refeições no quarto foi excelente, boa comida, cheia de apresentação cuidada e com preços bastante acessíveis.

hotel sweet

hotel sweet

hotel sweet

hotel sweet

Mas há outros pormenores de que não vou esquecer: quando entrámos pela primeira vez no quarto, havia um perfume especial e delicioso no ar. E depois a surpresa de encontrar um miminho: água, fruta e pedacinhos de bolo de chocolate e um cartão de boas vindas. São apenas detalhes, sim, mas para mim podem fazer toda a diferença.

E aquela vista mar é assim como a cereja no topo do bolo. Aquele pôr-do-sol vai ficar na minha memória por muito muito tempo!

hotel sweet

hotel sweet

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário