ROTEIROS

Parques Temáticos na Europa: diversão garantida para todos

10 Março, 2017

Existem muitos parques temáticos na Europa, mas nesta lista bem diversificada estão dez lugares que conheço e recomendo para várias idades (desde crianças pequenas a adolescentes). São todos diferentes, com características bastantes específicas mas sempre muito divertidos.

Normalmente, ir a um destes destinos nas férias em família é uma escolha segura pois estão preparadíssimos para entreter miúdos e graúdos, com garantia de muitos momentos de diversão.

As regras são quase sempre as mesmas: espaços fechados, estruturados para receber famílias, em que o bilhete de entrada dá acesso a equipamentos de diversão, espectáculos ao longo do dia, lagos, jardins… A entrada nos divertimentos é regulada através do sistema da altura (quantos cm mede a pessoa), para garantir a segurança dos mais pequenos.

Algumas das atracções mais divertidas podem até meter água, e apesar de vários dos parques temáticos na Europa que visitámos terem secador de corpo inteiro (sim, é bem giro e prático) recomendo levarem sempre uma muda de roupa.

Parques Temáticos na Europa

parques tematicos na europa mapa

  1. Parque Warner Madrid
  2. Portaventura
  3. Futuroscope
  4. Disneyland Paris
  5. Parc Astérix
  6. Studio Tour Harry Potter
  7. Mini-Europe
  8. Legoland Billund
  9. Tivoli
  10. Skansen

Muitos destes parques temáticos na Europa são bem mais do que apenas um conjunto de montanhas-russas e sensações fortes. São lugares cheios de fantasia e de magia, construídos à volta de um tema forte, de referências bem conhecidas das crianças ou até recriação de ambientes verídicos.

Alguns são mesmo enormes resorts de entretenimento familiar com muitos restaurantes, lojas, hotéis. Outros são mais simples e pequenos. Mas, mesmo quando o destino final das férias é um destes parques, sugiro sempre que não fiquem apenas por lá.

Se quiserem ter umas férias em família diferentes, saiam, aproveitem a oportunidade para explorar a região, experimentar um novo meio de transporte, ver paisagens que nunca viram ou provar sabores que nunca provaram.

Estes são 10 Parques Temáticos na Europa que recomendo:
ESPANHA
1. PARQUE WARNER MADRID
parque warner madrid

O ambiente no Parque Warner Madrid é sempre muito animado   (imagem:parque warner madrid)

É um parque temático bastante conveniente para quem vai de visita à capital espanhola. Foi o primeiro que visitámos em família, eram os miúdos bem pequeninos.

Pode não ter a magia de outros resorts gigantes do mundo da animação infantil, mas tem algumas personagens que os miúdos (e os pais) também bem conhecem: Bugs Bunny, Tweety e avózinha, Speedy González, Daffy Duck, Tico e Teco. É muito fácil encontrar, abraçar e fotografar algumas destas principais figuras pelas ruas do Parque Warner Madrid.

Está dividido por várias áreas, com a particularidade de assinalar as atracções em três níveis: suave, moderado e intenso. Existem espectáculos bastante interessantes (é fácil a agitação da “Academia de Polícia” tornar-se no favorito dos rapazes, só vos digo). Para os mais velhos, a montanha-russa do Superman ou do Batman também é um ponto de referência.

Fica a cerca de meia hora de Madrid. Existem vários restaurantes (essencialmente de fast food). Um dia, bem aproveitado, é suficiente para a visita. Encerra por alguns meses, entre Setembro e Março.

2. PORTAVENTURA
portaventura

No Portaventura é bastante fácil circular entre as diferentes áreas temáticas

É um parque de diversões enorme (intitula-se até o maior da Europa). Gostei de ver as zonas, que representam interesses para diferentes faixas etárias, muito bem demarcadas. Ou seja, é bastante fácil circular e escolher onde se quer ir conforme interesses, gostos pessoais e idades das crianças. Existem grandes montanhas-russas e uma agenda de espectáculos diária. Lembro-me particularmente de um bonito desfile nocturno, perto da água. Em 2017, de 6 de Julho a 13 de Agosto, o Cirque du Soleil Varekai vai estar lá!

Fica a pouco mais de 100 km de Barcelona (há comboio desde a capital). Existem muitos restaurantes dentro do recinto e hotéis temáticos lindíssimos a poucos minutos a pé da entrada do parque. Recomendo reservar um ou dois dias para a visita. Mas confirmem sempre o calendário de abertura pois encerra nos meses mais frios, em 2017 abre a 7 de Abril.

FRANÇA
3. FUTUROSCOPE
futuroscope

Água, verde, inovação, divertimento… é essencialmente disto que nos lembramos do Futuroscope

Não tem grandes montanhas-russas nem a aura de magia a envolver as atracções. É tudo muito virado para a multimédia, a robótica, os audiovisuais, as técnicas cinematográficas, a ciência, afinal o futuro, tal como o próprio nome do parque indica. Diria que aposta na diversão educativa, mas sem dúvida que consegue proporcionar muitos momentos especiais.

Foi lá que experimentámos um dos mais inesquecíveis espectáculos de 4D a que já assistimos, através da história de Artur e os Minimeus. Um daqueles momentos arrepiantes, mas dos bons! Os miúdos também gostaram muito de se sentirem robots por alguns minutos (com as cabeças para baixo, voltas e reviravoltas que isso implica) ao som de uma música estridente (mas, vá, adequada para a ocasião).

Os bonitos espectáculos nocturnos do Futuroscope são cheios de luz e cor. Os vários edifícios marcam pela diferença, com formas bastante inovadoras. E no exterior, existe também muita água e vegetação. Pelos temas abordados no parque, acho que são as crianças mais velhas (a partir dos 5/6 anos) que melhor aproveitam a visita.

Fica no Sul de França, a 10 km de Poitiers e a cerca de 3h30 de Paris. Existem vários restaurantes dentro do recinto. Fora, é possível encontrar diversos hotéis, práticos e acessíveis. O parque não é muito grande, por isso um dia é suficiente para a visita. Não se mantém aberto durante todo o ano, a partir de Setembro de 2017 existem muitos dias em que está encerrado.

4. DISNEYLAND PARIS
disneyland paris

Há mesmo muita magia na Disneyland Paris  (imagem:pixabay)

Será o mais conhecido e visitado de todos os parques temáticos na Europa (na verdade, são dois: Disneyland e Walt Disney Studios). Os miúdos crescem a ver e ouvir o Mickey, a Minnie, a Ariel, a Elsa, a Cinderela, o Rei Leão, a Branca de Neve, os 101 Dálmatas, o McQueen, o Peter Pan, o Tarzan… Por isso é bastante fácil a identificação com as várias atracções temáticas.

Sim, tem a tal magia que faz brilhar os olhos e saltitar o coração sempre que uma personagem Disney se cruza connosco pelas ruas do parque. Existe uma extensa agenda diária de espectáculos (exteriores e interiores), castelos, montanhas, barcos, comboios, muitos efeitos especiais, pequenos carrosséis mas também grandes montanhas-russas. Ou seja, as várias faixas etárias encontram sempre muitos divertimentos à altura.

Fica a cerca de 40 minutos de Paris (está bem servido de transportes públicos). Existe uma grande escolha de restaurantes e vários hotéis temáticos a poucos minutos de distância da entrada do parque. Recomendo, pelo menos, três dias de visita para os dois parques. Está aberto todo o ano, apesar de algumas atracções poderem encerrar durante temporadas.

5. PARC ASTÉRIX
parque asterix

No Parc Astérix em Paris, a animação é uma constante

Existe uma divisão por zonas temáticas, com vários espaços de sombras/descanso intercalado. Tudo está construído à volta das famosas personagens de BD e do seu universo de Gauleses, Romanos, Egípcios, aldeias e menires. As atracções têm nomes relacionados com as histórias relatadas nos livros de Astérix e Obélix.

Achei a abordagem do Parc Astérix bastante inovadora, pois usa muito o humor na decoração, (placas de sinalização incluídas). Tem vários espectáculos a decorrer durante o dia e umas bolas gigantes na água que ninguém cá em casa se vai esquecer (o número de quedas e gargalhadas foram no mesmo número!).

As personagens andam a circular pelo parque, ou seja, é fácil a aproximação e as fotografias de grupo. Dá ainda para visitar algumas casinhas que são réplicas das utilizadas pelas personagens principais da história. Este parque tem essencialmente grandes montanhas-russas, por isso recomendo a visita para famílias com crianças mais velhas.

Fica a cerca de 50 minutos de Paris (o melhor transporte para lá chegar é o carro). Existem vários restaurantes, com escolhas de menus a preços razoáveis e um típico hotel em madeira a poucos minutos de distância da entrada do parque. Recomendo um a dois dias de visita. Encerra nos meses mais frios, em 2017 está aberto de 1 de Abril a 5 de Novembro.

INGLATERRA
6. WARNER BROS. STUDIO TOUR – THE MAKING OF HARRY POTTER
harry potter studio tour

Quando a grande porta se abre no Studio Tour Harry Potter, entramos mesmo num mundo mágico

Apesar de nem ser grande fã da saga de Harry Potter (ao contrário dos miúdos), sou tão curiosa que gostei bastante de conhecer estes bastidores das filmagens. Os estúdios estão abertos ao público desde 2012, perto de Londres, e são uma verdadeira caixinha de surpresas em revelações de segredos.

Nos estúdios do Harry Potter é então possível ver os objectos ou cenários mais famosos dos filmes: mobílias, roupas, réplicas de personagens… O sidecar, o autocarro de três andares, os cenários da casa dos tios e até das ruas de Londres.

Pode-se experimentar as técnicas da varinha mágica, andar num carro e vassoura voadora, aprender muitas curiosidades, efeitos especiais ou truques utilizados nas filmagens. Não há montanhas-russas nem carrosséis, mas não falta emoção nesta visita!

Fica em Watford, a cerca de 50 km de Londres. Existem dois cafés e uma loja. Diria que podem guardar cerca de três a quarto horas para este passeio, em que grande parte é interior. E algo muito importante a ter em conta: os bilhetes não podem ser comprados lá, têm de ser reservados online (se possível com alguma antecedência, para garantir a disponibilidade de dia e hora de entrada pretendidos). Encerra apenas alguns dias durante o ano (entre Novembro e Fevereiro).

BÉLGICA
7. MINI-EUROPE
mini-europe miniaturas

No Mini-Europe em Bruxelas, conseguimos circular entre vários monumentos europeus

Não tem montanhas-russas, nem sequer grandes avenidas, um monte de restaurantes ou lojas, como é comum encontrar em outros grandes parques temáticos na Europa.

Mas o Mini-Europe é um excelente lugar para passear ao ar livre, com vista para 80 cidades e 350 edifícios, representados em réplicas incrivelmente detalhadas e construídas à escala de 1:25. Tudo muito tranquilo, apesar de poder existir alguma interacção com os visitantes, por ali não há normalmente gritos estridentes nem filas de espera à frente das atracções.

Achei bastante especial conseguir mostrar aos miúdos a diversidade de monumentos e paisagens arquitectónicas que existem na Europa (o Big Ben, a Torre Eiffel, a Torre de Pisa, os canais de Veneza e Amesterdão, até o Castelo de Guimarães, estão todos lá).

Fica mesmo ao lado do Atomium, na cidade de Bruxelas. Existe um restaurante dentro do recinto. Reservem duas a três horas para a visita. Encerra nos primeiros meses do ano (Janeiro a Março).

DINAMARCA
8. LEGOLAND BILLUND
legoland billund

Na Legoland, quase tudo é feito de legos e com cores muito alegres

Se tivesse de definir este parque em apenas uma só palavra, seria fofinho. Porque esta Legoland Billund é mesmo do mais fofinho que encontrei pelos parques temáticos na Europa.

É então super adequada para crianças pequeninas. Tudo é feito à medida delas, desde as cores às atracções. Todas aquelas construções em miniatura feitas de legos, as voltinhas de minis barcos, aviões ou carros são encantadoras.

Só me lembro de existir uma grande montanha-russa. Outra particularidade, quase tudo está preparado para uma grande interacção familiar, entre mais e menos crescidos. Lembrem-se de levar a tal roupa extra, é que por lá também há molhas. Mas das divertidas!

Existem outros parques temáticos Legoland em vários países, mas este é o original. Fica muito perto da fábrica dos mundialmente famosos Legos, numa pequena localidade a cerca de três horas da capital dinamarquesa, Copenhaga. O recinto não é muito grande, por isso a visita pode ser realizada em apenas um dia.

Lá dentro é possível fazer refeições em restaurantes ou mesas de piquenique. Tem também um hotel giríssimo com entrada directa, onde se vê e brinca com legos por todo o lado. E claro, as famílias são muito bem recebidas.

O ambiente é tão descontraído que eu vi, por diversas vezes, várias crianças a circular descalças pelos corredores e salas de jogos. O parque encerra nos meses mais frios, em 2017 abre a 1 de Abril.

9. TIVOLI
Tivoli

Ir ao Tivoli em Copenhaga é um passeio muito bonito

O Tivoli é o parque mais charmoso e mais central que já conheci. Foi inaugurado em 1833 e é considerado o segundo parque de diversões mais antigo do mundo, por isso charme é coisa que não lhe falta. Apesar de ter conseguido também uma boa adaptação aos novos tempos. Agora até tem uma montanha-russa com realidade virtual.

Mas tem ainda outra grande vantagem, em relação a outros parques temáticos na Europa: está mesmo em frente à estação central de comboios de Copenhaga, por isso não podia ser mais central na cidade.

Além das diversões e actividades, é um parque muito bonito com grandes lagos, vegetação imponente, edifícios interessantes e bons restaurantes. Por tudo isto também, é o único parque desta lista de parques temáticos na Europa que tem mais do que um tipo de bilhete de entrada. Ou seja, como é um lugar muito agradável para um passeio é possível lá ir sem a intenção de aproveitar as atracções, apenas o ambiente vintage e os constantes espectáculos de música, teatro e dança.

Existem três épocas do ano, em que o Tivoli é minuciosamente decorado, ficando ainda mais deslumbrante: a Páscoa, o Halloween e o Natal. Conta a lenda que a inspiração do Walt Disney para construir o seu gigante universo de parques temáticos vem daqui.

Sugiro que reservem várias horas para a visita, contando que à noite o ambiente fica extremamente bonito, com toda uma iluminação e música envolvente. Encerra durante os meses mais frios do ano, em 2017 abre a 6 de Abril.

SUÉCIA
10. SKANSEN
Estocolmo Skansen

Os figurantes estão impecavelmente vestidos no Skansen em Estocolmo

É um pouco diferente de outros parques temáticos na Europa, pois ali não se vive um mundo de fantasia e magia. Ali é tudo muito real, ou melhor, é a verdadeira recriação da realidade sueca dos últimos séculos. Aliás, é até considerado o primeiro museu ao ar livre do mundo, aberto desde 1891. É grande e bem cuidado.

No Skansen, além das casinhas de madeira, personagens e actividades, existe também um jardim zoológico com as típicas espécies nórdicas. Foi lá que vimos renas ao vivo, pela primeira vez na vida e até lhes sentimos o pêlo macio.

Agradou-me bastante ver a disponibilidade dos figurantes que interagem com os visitantes, assim como responderam a todas as minhas perguntas, sempre com muito rigor e simpatia. Gostei também da autenticidade das atracções, já que pretendem retratar o modo de vida da Suécia com réplicas de construções de diversas regiões, profissões da época, danças e mercados.

Uma excelente forma de acabar o dia é jantar (as tradicionais almôndegas pois claro!) no restaurante em frente ao palco principal onde habitualmente existe um evento tardio. Assim dá para assistir ao espectáculo e ao bonito pôr-do-sol ao mesmo tempo.

Fica na ilha de Djurgården em Estocolmo. Existem vários cafés e restaurantes dentro do recinto. Recomendo levarem calçado confortável, pois o terreno é acidentado e muitas vezes de terra batida. Está aberto todo o ano.

– –

Nesta lista não constam parques temáticos em Portugal, mas eu voltarei ao tema mais tarde. 🙂

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

8 Comentários

  • Reply Sandrina Martins 30 Abril, 2017 at 20:13

    Recomendo – lhe a visita ao Puy du Fou em França. O teletransporte direto para a época medieval! Vai adorar. Tem sido considerado um dos melhores parques temáticos do mundo.

    • Viajar em Família
      Reply Viajar em Família 30 Abril, 2017 at 23:39

      Obrigada pela partilha Sandrina! Está anotado, para uma próxima viagem 🙂

  • Reply Sandrina Martins 17 Maio, 2017 at 3:38

    Ainda dentro do tema dos parques temáticos lembrei-me do Parc du Petit Prince. Aqui tudo faz lembrar a obra de Antoine Saint-Exupéry. Abriu em 2014 e fica na Alsácia na localidade de Ungersheim.

    • Viajar em Família
      Reply Viajar em Família 17 Maio, 2017 at 17:12

      Muito obrigada pela partilha. Já anotei para uma futura visita! 🙂

  • Reply Sandra 22 Maio, 2017 at 20:17

    Recomendo o Efteling, perto de Eindhoven na Holanda, é mágico, um dia bem passado e a saber a pouco!

    • Viajar em Família
      Reply Viajar em Família 23 Maio, 2017 at 11:14

      Obrigada Sandra. Já está na lista para uma próxima viagem! 🙂

    • Reply Ana carrascal 16 Junho, 2017 at 13:31

      Eu também recomendo o Efteling.
      Ambiente muito mágico a relembrar os contos infantis. Muitos divertimentos tanto para os miúdos como para os mais crescidos. Recinto com muito espaço. Vários restaurantes.
      Recomendo!!@

      • Viajar em Família
        Reply Viajar em Família 17 Junho, 2017 at 16:51

        Já está na lista para uma próxima viagem! Obrigada pela partilha 🙂

    Deixe um comentário