DIÁRIO

Não, não sou a única…

9 Março, 2014

Durante as viagens que faço com a minha família, tento sempre provar e dar a provar aos meus filhos a comida e os pratos mais tradicionais de cada região ou país.

Eles normalmente são curiosos e gostam de provar um pouco de tudo (mesmo que depois digam que “não gostamos assim muito, mãe”…mas pelo menos ficaram a conhecer). Em regra, e por precaução peço apenas um prato de algo que não sabemos bem o que é, se gostarem até podemos repetir, senão pedimos outra coisa que conhecemos minimamente.

E depois há aqueles viajantes (não sou eu), que regressados a casa, tentam recriar algumas das delícias gastronómicas que provaram mundo fora e há ainda quem até escreva livros sobre isso – pelo mundo com os tachos ou comer o mundo, são exemplos disso.

Mas quem me segue já sabe que eu não consigo fazer isso, porque gosto pouco de cozinhar…apesar de ser apreciadora de boa comida. E foi bastante reconfortante saber que não sou a única, que afinal há mais pessoas como eu, que até se juntaram e gerem um blog com essa temática!

Foi pelo menos essa conclusão a que cheguei há uns tempos, quando “encontrei” o blog brasileiro Destemperados que trata disso mesmo e que me pôs de sorriso na cara pela frontalidade e forma divertida como encaram tudo isto.

Esta é a apresentação do blog:

Destemperados é um time com quase 100 Food Hunters espalhados por todo o Brasil, que não são especialistas em nada, não sabem cozinhar e nem distinguir direito o orégano da manjerona. Só querem comer e beber bem, em qualquer lugar.

E estes são os seus 10 mandamentos:

10 Mandamentos

Aqui você encontrará muitas das idéias que acreditamos e que pautam tudo que fazemos no Destemperados. Este post também ajuda a explicar para tantas pessoas que não entendem uma ou outra coisa do nosso estilo e formato.

1. Não perderás o foco
Destemperados tem um foco em apresentar experiências gastronômicas atraentes e inspiradoras, e não a pretensão de aprender a cozinhar ou de concorrer com guias que avaliam e classificam lugares.
2. Não perderás a essência
Não somos especialistas em nada. Não conhecemos muitos temperos e condimentos, e muito menos identificamos qualquer aroma em um vinho ou em um café. Nosso objetivo é experimentar de tudo, mas apresentar somente aquilo que tiver sido realmente bacana na nossa opinião.
3. Entenderás o todo
Acreditamos que uma experiência gastronômica não está apenas na comida. Tudo conta. A decoração, o clima, o atendimento, o serviço…Isso tudo e mais um pouco é o que realmente constrói uma experiência inesquecível.
4. Respeitarás o próximo
Não somos donos da verdade, nem queremos ser. Colocamos apenas o nosso ponto de vista e estamos sempre abertos para aprender e discutir outras visões.
5. Serás flexível
Gostamos de experimentar de tudo. Tudo é válido como experiência de vida.
6. Pagarás a conta
Pagamos a conta de todos os lugares que visitamos para poder falar o que pensamos, se a gente decidir que a experiência é válida.
7. Abrirás as portas
Isso tudo só tem vida com a participação das pessoas. Adoramos receber dicas de lugares, mais ainda quando tiram fotos e contam pra gente publicar aqui. Isso sem falar na caixa de comentários que dá vida a cada um dos posts. Sugestões, críticas, novas idéias… Tudo é bem vindo. Quanto mais gente participar, melhor!
8. Não manipularás
Fazemos questão de sempre tirar as fotos dos lugares. E não manipulamos as imagens. Gostamos de apresentar exatamente aquilo que todo mundo recebe quando o prato chega na mesa. 100% verdade.
9. Serás legitimo
Os relatos são sempre informais, do nosso jeito, na primeira pessoa, com as nossas palavras e gírias, mesmo que isso incomode algumas pessoas. Basicamente como se um amigo estivesse contando pro outro, sem filtros.
10. Não avaliarás
Acreditamos que gostar ou não de um restaurante depende do background, das expectativas e do gosto de cada um. Não nos sentimentos aptos a avaliar nada justamente por não sermos especialistas. Se vale ou não a pena, é por sua conta e risco. Mas se está aqui, pelo menos pra gente valeu.

E o mais engraçado é que ainda há outro membro desta família, qualquer coisa como uma versão júnior, que é o blog Destemperadinhos.

Lá estão dicas e ideias para famílias viajantes e definem-se assim:

Crianças na mesa? Crianças na bagagem? Então vem com a gente comer bem e se divertir por aí. Com um olhar de consumidor, Alexandra Aranovich e sua trupe viaja por aí atrás de experiências gastronômicas memoráveis e programas inspiradores em família. Reúna a turma e vambora!

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário