Portugal, ROTEIROS, Visitar

Mosteiro de Alcobaça: roteiro para um passeio em família

2 Novembro, 2016

O Mosteiro de Alcobaça é um dos vencedores da eleição nacional para As 7 Maravilhas de Portugal. Neste pequeno guia vou deixar-vos várias informações e dicas para aproveitarem bem o passeio em família.

A entrada no Mosteiro de Alcobaça é feita pela igreja (de entrada gratuita) e depois (comprando bilhete) dá para visitar muitas das divisões emblemáticas da vida diária dos monges que lá habitaram. O que mais gostamos é do dormitório, do refeitório, da cozinha e do salão dos Reis.

Mas também do jardim labiríntico e das enormes fontes (pelo sim, pelo sim, aproveitamos sempre para deitar uma moeda e pedir um desejo). Lembro-me ainda de ter comprado uns livros bem interessantes numa das lojas disponíveis.

Já levei os miúdos várias vezes ao Mosteiro de Alcobaça, em diferentes idades, e de cada vez que lá vão, conseguem sempre descobrir coisas novas. Umas escadas, uma janela, um esconderijo que ainda não tinham reparado antes. Muitas vezes realizam-se lá eventos culturais, nós já assistimos a concertos de música e a acústica era maravilhosa.

Também me lembro perfeitamente das enormes árvores que compunham o lindíssimo jardim e que até faziam sombra aos carros estacionados no parque de estacionamento em frente ao Mosteiro. Depois das obras de requalificação, há uns anos, toda essa beleza, todo esse verde desapareceu.

Quem não visita o Mosteiro de Alcobaça há uns anos vai definitivamente notar a diferença. É que hoje em dia, em frente ao edifício apenas existe um amplo e vazio terreno. Sim, os miúdos podem lá correr à vontade, mas que a paisagem me parece despida e triste, lá isso parece.

Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Alcobaça

E agora vamos aos factos históricos. O Mosteiro de Alcobaça é considerada a primeira obra plenamente gótica construída em território português. Está classificado como Monumento Nacional desde 1910 e como Património da Humanidade pela UNESCO desde 1989.

Conta a lenda que o rei D. Afonso Henriques depois de conquistar Santarém aos mouros, prometeu erguer o Mosteiro de Alcobaça, como forma de agradecimento à Ordem de Cister pelo seu apoio.

Foi então pelo ano de 1178 que começou a ser construído, sendo concluído e inaugurado pelo rei D. Dinis em 1252. Muitas das suas riquezas foram roubadas pelas tropas de Napoleão em 1810 e mais tarde em 1834, existiu novo desaparecimento de valores aquando da extinção das ordens religiosas em Portugal.

MORADA

Mosteiro de Alcobaça, em Alcobaça, distrito de Leiria, Portugal. Fica a cerca de 120 km de Lisboa, a cerca de 210 km do Porto e a cerca de 350 km de Faro.

ESTACIONAMENTO

Há lugares de estacionamento com parquímetro, ao redor do Mosteiro de Alcobaça. Aos domingos e feriados não se paga.

HORÁRIO

De Outubro a Março das 9h às 18h. De Abril a Setembro das 9h às 19h.

Encerra no dia 1 de Janeiro, no domingo de Páscoa, no dia 1 de Maio, no dia 20 de Agosto e no dia 25 de Dezembro.

PREÇO

  • Adultos: 6 euros
  • Crianças até 12 anos: gratuito
  • Bilhete Família (2 adultos + mínimo 2 filhos, menores de 18 anos): desconto de 50%

A entrada é gratuita para todos no primeiro domingo de cada mês. Existe ainda o Bilhete Património Mundial que engloba as visitas ao Mosteiro de Alcobaça, ao Mosteiro da Batalha e ao Convento de Cristo por 15 euros e é válido por 7 dias.

MAIS  7  IDEIAS PARA INCLUIR NO PASSEIO AO MOSTEIRO DE ALCOBAÇA

Aproveitem para usufruir de mais experiências durante a viagem. Estas são as minhas sugestões para:

COMER

Pastelaria Alcoa: Tem sempre uma montra de bolos e doces, super mega inimiga das dietas. Mas, se não conseguirem resistir, não se preocupem demasiado, as receitas destas delícias são sempre de base conventual (frutos secos e ovos até cansar). Já ganharam quase todos os prémios que havia para ganhar em doçaria nacional. Os lugares sentados no seu interior não são muitos, enquanto a enorme esplanada tem uma linda vista para o Mosteiro de Alcobaça.

Restaurante António Padeiro: A sala do restaurante é na cave, mas se tiver bom tempo, peçam para ficar na esplanada. Além do ar fresco, ainda levam com a bonita fachada do Mosteiro de Alcobaça de frente. Os sabores são caseiros e o atendimento super atencioso. Os detalhes da decoração (peças antigas, à moda da casa da avó) são amorosos.

DORMIR

Vale d’ Azenha Hotel Rural & Residences: As instalações contemporâneas são muito cuidadas, acolhedoras e espaçosas. As villas de madeira, com cozinha completa, são perfeitas para famílias (acomodam quatro pessoas). Tem spa, piscina exterior e um bom restaurante. O ambiente familiar e o sossego são garantidos. A deslumbrante e ampla vista, completa o cenário de puro descanso. Admitem animais de estimação.

Your Hotel & Spa Alcobaça: Situa-se nas antigas termas da Piedade. A decoração é moderna e confortável. Os quartos são simples, mas tem um dos melhores spas que já experimentei, muito completo e relaxante (tenham em atenção que as crianças até aos 16 anos não podem entrar). Mas dentro da grande propriedade do hotel existem campos de ténis, futebol, mini-golfe, parque infantil, sala de jogos, piscina exterior e jardins para todos experimentarem.

VISITAR

Parque dos Monges: É um enorme espaço com muito para fazer. Os meus filhos gostam especialmente das actividades radicais (slide, canoagem, escalada, tiro com arco). Mas também tem animais, espectáculos, exposições, jogos tradicionais e até um pequeno comboio. Está inserido numa propriedade rodeada de natureza, muito bonita e tranquila.

parque dos monges

A entrada do Parque dos Monges

Elevador da Nazaré: A praia das ondas gigantes, das peixeiras com 7 saias e do peixe fresco saboreado, de preferência, em frente a uma lindíssima vista mar, também tem um elevador que nos leva ao Sítio. Os miúdos deliram com a aventura e os pais com a paisagem.

elevador da Nazaré

O elevador da Nazaré

Salinas de Rio Maior: Sãs as únicas salinas de interior de Portugal (ficam abertas todo o ano). As encantadoras casinhas de madeira que ladeiam as salinas estão cheias de artesanato e detalhes curiosos. Aqui, os miúdos vão entender de onde vem o sal.

salinas de Rio Maior

As salinas de Rio Maior

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário