DIÁRIO

Lisboa e Copenhaga, cidades vencedoras

20 Setembro, 2013

Quem segue o meu blog é provável que já tenha dado por isso: eu gosto muito de cidades. Mesmo muito. E de preferência daquelas que têm água (mar, rio), pessoas simpáticas com quem conversar, recantos únicos para descobrir e ainda que sejam agradáveis para passear em família.

Não me posso esquecer do enorme respeito pela natureza em paisagens que me tiram o fôlego de tão bonitas e inspiradoras, qual bilhete-postal, ou ainda das praias paradisíacas que parecem verdadeiros cenários de filme, mas isso vou guardar para outros posts… por agora estou focada nas cidades, esse concentrado de cultura, pessoas, gastronomia, que são realmente uma constante descoberta e verdadeira paixão!

Gosto de me deixar perder e surpreender com as novidades e as diferenças. Na Europa, procuro aquela sensação de sair da estação de comboios, ainda com a bagagem na mão e algum cansaço acumulado da viagem e “dar de caras” com todo o movimento, cheiros e cores do centro de uma grande cidade.

É irrepetível. Inesquecível. Indescritível. Acho mesmo que poucos outros momentos durante a viagem se comparam a esta primeira abordagem.

E porque cada lugar toca cada pessoa de maneira diferente, por muito que se leia, veja fotografias ou oiça relatos de família e amigos, nada se compara à nossa própria percepção do local. Porque afinal são os nossos olhos, os nossos intereses e vivências que vão assegurar aquelas experiências e recordações. São os nossos momentos. É a nossa viagem!

Lembrei-me de tudo isto a propósito das notícias que li recentemente, em relação a vários prémios na área do turismo que anualmente elegem as melhores cidades mundiais, a saber:

  • Copenhaga (Dinamarca) – 1º lugar para melhor cidade para se viver pela revista Monocle (Julho/Agosto 2013)
  • Lisboa (Portugal) – 1º lugar para melhor destino na Europa para escapadelas urbanas nos prémios World Travel Awards (Agosto 2013)

Coincidência (ou não) Copenhaga e Lisboa fazem parte do meu próprio Top 10 de cidades mais bonitas do mundo – até agora…porque estou sempre à espera que a próxima viagem consiga mexer com estas posições!

A lista não foi nada fácil de fechar mas aqui vão os restantes oito nomes das cidades (por ordem alfabética) que me conseguiram encantar de uma forma especial:

Amesterdão (Holanda)

Bruges (Bélgica)

Colónia (Alemanha)

Estocolmo (Suécia)

Istambul (Turquia)

 

 

 

 

 

 

Paraty (Brasil)

Rio de Janeiro (Brasil)

Veneza (Itália)

IMG_4970

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário