Dinamarca, FESTAS PELO MUNDO

Kulturnatten: a noite cultural de Copenhaga

22 Outubro, 2013

A Kulturnatten é a noite cultural de Copenhaga (Dinamarca). Acontece em Outubro e durante cerca de 12 horas (entre as 17h e as 5h) lojas, museus, associações, galerias e instituições ficam abertos – alguns alargam os horários outros dão mesmo acesso ao que normalmente está vedado ao público.

Kulturnatten

Kulturnatten

Mas não se limitam a estar de portas abertas, têm diversas actividades preparadas para os visitantes (de preferência famílias) relacionadas com o âmbito do seu trabalho regular. É então uma celebração para ser vivida com as crianças – pelo menos até perto da meia-noite!

Kulturnatten

Kulturnatten

A revista Volta ao Mundo deste mês dá destaque a “12 cidades para visitar na Europa”, entre as quais Copenhaga e este evento cultural, Kulturnatten, ao qual chamou de “pretexto” (eu costumo chamar-lhe “desculpa”, mas a intenção é a mesma). Ou seja, um evento / acontecimento agendado, levar-nos a visitar uma cidade, uma cultura, uma população.

Este ano foi a 11 de Outubro, mas é alterável anualmente: é sempre marcado para a sexta-feira em que as escolas entram no autumn break (mini-férias intercalares entre o início das aulas em Agosto e as férias de Natal em Dezembro).

Comprei o meu bilhete na bilheteira da estação de comboios de Copenhaga: 90 coroas (+/- 12 euros) para adultos e grátis para as crianças até os 12 anos e adquiri ainda o programa da Kulturnatten por 10 coroas (+/- 1,5 euros).

Na verdade, o bilhete era um crachá para colocar na roupa em local visível, para assim dar acesso a entrar nos monumentos, eventos e transportes públicos -também incluídos naquela noite até as 5h da manhã.

Kulturnatten

No programa da Kulturnatten (infelizmente apenas disponível em dinamarquês), um mapa dividia a cidade em 11 zonas e depois em cada uma delas descrevia cada local – mais de 650 – com horário, actividades e acessibilidades disponíveis.

E quando me apercebi de que o evento estava espalhado por todos os cantos da cidade, perguntei logo ali na bilheteira: “Como consigo ver tudo?!”. E obtive a mais real das constatações: “É impossível, por isso escolhe uma zona e aproveita o que conseguires por lá!”.

Não conseguindo entender a descrição (em dinamarquês!!), apenas fiz uso dos mapas e nomes dos locais.

Por uma questão estratégica, eu e o Francisco escolhemos o centro da cidade – Indre By no mapa da Kulturnatten – e aproveitámos, entre outras coisas:

Os espectáculos ao ar livre

Kulturnatten

As animadas lojas abertas

Kulturnatten

Os pequenos workshops

Kulturnatten

A animação da rua Stroget (considerada a rua de comércio pedestre mais longa da Europa)

Kulturnatten

O Museu dos Correios

Kulturnatten

Os jogos na Rundetarn (Torre Redonda)

Kulturnatten

A visita à City Hall (Câmara Municipal)

Kulturnatten

O peddy paper no Museu NY- Carlsberg

Kulturnatten

O que nos vai ficar, sem dúvida, na memória é a imensa interacção e alegria tanto das famílias nas ruas como de todos os funcionários nos estabelecimentos em que entrámos, que nos fizeram sempre sentir muito bem-vindos e parte importante daquela noite cultural – ao contrário do programa impresso que comprei, todos os jogos tinham uma versão em inglês.

Fica-nos a imagem de uma cidade em festa, em que gostámos muito de participar.

Quem é que tem mais memórias semelhantes a esta Kulturnatten, em qualquer outra parte do mundo?

****

Descubram mais sobre a Dinamarca:

20 coisas a não esquecer em Copenhaga

12 coisas que os dinamarqueses fazem com a bicicleta

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário