40 lugares, Portugal, Visitar

Grutas da Moeda, uma visita em família

6 Março, 2016
As Grutas da Moeda ficam em São Mamede, perto de Fátima, no Centro de Portugal. Já antes tínhamos visitado as Grutas de Mira de Aire e desta vez decidimos viver mais uma aventura subterrânea em família!
grutas da moeda entrada
grutas da moeda geral
grutas da moeda sinal
Para me ajudar a explorar este lugar bem especial – que faz parte do projecto 40 anos, 40 lugares – convidei o Danilo que trabalha nas Grutas da Moeda desde 2004 (com apenas uma pequena interrupção para trabalhar num Centro de Investigação do Instituto Politécnico de Leiria).
Por lá, ele é o facilitador de trabalho das Grutas da Moeda, como gosta de referir e sendo pai de duas meninas e experiente geólogo sabe o fascínio que existe sempre por parte de graúdos e miúdos pelas riquezas que se encontram debaixo dos nossos pés (e muitas vezes nem sabemos que lá estão!).
Faz trabalhos mais burocráticos mas uma das funções mais divertidas do dia é sem dúvida acompanhar os visitantes nas visitas guiadas às grutas (cerca de 20 pessoas por grupo) onde consegue transmitir alguns dos conhecimentos de geologia que tem e entusiasmar todos com as curiosidades deste “livro de história escrita na pedra, redigida a cada segundo e durante milhões de anos””, como se refere às Grutas da Moeda.
grutas da moeda vista geral
Já agora, sabem o porquê deste lugar se chamar Grutas da Moeda ? Simplesmente, porque foram encontradas moedas antigas num dos algares que dá entrada para as grutas. A primeira descoberta das grutas foi feita em 1971 por dois caçadores e a abertura ao público aconteceu três anos mais tarde, em 1974.
O percurso aberto a visitas tem 350 metros de comprimento e o local mais distante do solo atinge os 50 metros de profundidade. Todos são bem-vindos, já que as Grutas da Moeda participam numa rede para a inclusão com cegos, surdos, seniores, crianças e bebés ou pessoas com mobilidade reduzida.
entrada grutas da moeda
Nós iniciámos a nossa visita pelo Centro de Interpretação Científico e Ambiental das Grutas da Moeda (CICAgm). E valeu a visita. Lá o Danilo explicou o mapa geológico de Portugal (o nosso país é muito rico em minério), como se forma uma gruta (infiltração da água das chuvas em terreno calcário), a interacção com a biodiversidade da região ou até a nossa dificuldade em definir milhões de anos. Também vimos uma exposição de minerais e fósseis de Portugal e de muitos outros países do mundo, alguns mapas e até espreitámos ao microscópio.
carta geogólogica grutas da moeda
cica grutas da moda
fosseis gruta da moeda
fosseis cica grutas da moeda
cica grutas da moeda fosseis
grutas da moeda calcario
Depois seguimos para uma sala, cheia de pedras de muitas cores e feitios diferentes e até vimos uma pepita de ouro e outra de diamante! Depois assistimos a um pequeno filme (5 minutos) que explica a formação das grutas e ainda mexemos num pedaço de salgema como há nas Salinas de Rio Maior.
grutas da moeda filme
ouro grutas da moeda
gruta da moeda pedra
gruta da moeda pedras
gruta moeda pedras
pedras gruta moeda
gruta moeda salgema
As Grutas da Moeda têm 200 degraus, tudo é de formação natural e as várias galerias ganharam os nomes que as suas construções sugerem: Lago da Felicidade, Sala do Presépio, Algar d’Água, Pastor, Cascata, Cúpula Vermelha, Marítima, Capela Imperfeita, Abóbada Vermelha e Fonte das Lágrimas.
grutas da moeda 6
grutas da moeda 7
grutas da moeda 8
grutas da moeda crocodilo
grutas da moeda interior
Não existe qualquer iluminação natural e por isso são precisas mais de 2.000 lâmpadas para conduzir os visitantes. Durante a visita, o Danilo fez até algo surpreendente. Pediu (em comunicação com os colegas) para desligarem as lâmpadas do local onde estávamos e com a lanterna de um telemóvel mostrou as maravilhas da natureza, assim mesmo ao natural (os bebés que estavam presentes não se assustaram com a escuridão).
grutas da moeda 4
grutas da moeda 5
Tecnicamente falando, é muito difícil de fotografar dentro das grutas pois a iluminação é reduzida e além disso a temperatura constante de cerca 18 graus e o elevado nível de humidade embacia constantemente a lente da máquina. Mas, já sabem, as melhores recordações ficam sempre gravadas na memória pessoal e intransmissível de cada um. 🙂
gruta moeda
grutas da moeda 2
grutas da moeda 3
No total, contem com cerca de uma hora e meia para a visita. E não se esqueçam da degustação final do bolo regional e do licor exclusivo “Abafadinho da Moeda” (tudo feito ali mesmo e oferta da casa) que acontece sempre no final desta experiência.
grutas da moeda bolo
grutas da moeda licor
As Grutas da Moeda organizam ainda vários passeios pedestres e de veículos todo-o-terreno, com passagem pela Pia do Urso, por exemplo. E no dia 19 de Março, vão lançar um percurso de orientação com várias actividades ao ar livre das 10h às 17h. Por enquanto será apenas um evento piloto, mas é de certeza um excelente passeio para fazer em família, já que junta natureza, cultura e até desporto!
Além do Centro de Interpretação Científico e Ambiental, as Grutas da Moeda têm também um espaço de venda com muita variedade de minerais e fósseis oriundos de muitos países diferentes, uma loja de produtos regionais e uma cafetaria.
loja grutas moeda
loja grutas da moeda
grutas da moeda loja
grutas da moeda loja regional
grutas da moeda cafe
Já sabem, quando puderem, deixem-se encantar com esta maravilha construída pela natureza que são as Grutas da Moeda e contribuam para que se mantenha assim durante muitos e muitos anos. Não é demais relembrar que as visitas devem ser sempre realizadas com o devido cuidado, já que por muito tentador que possa ser, não se pode tocar nas construções – cada centímetro demora cerca de 100 anos a produzir!
E uma última dica do Danilo que vos fará não mais esquecer a diferença entre estalactite e estalagmite – Tite é de Tecto! Ou seja, estalactite cresce de cima para baixo e estalagmite de baixo para cima!
Quem quer partilhar mais alguma dica ou experiência sobre as Grutas da Moeda ou qualquer outra gruta que já tenham visitado?
– – – –
Grutas da Moeda

Largo das Grutas da Moeda – São Mamede, Portugal

(a 3 minutos de Fátima e a 15 minutos da Batalha)

Entrada Gruta + Centro de Interpretação:

  • Adulto – 8 euros
  • Jovem (dos 6 aos 12 anos) – 2 euros
  • Criança (até 6 anos) – gratuito

Está aberto todos os dias

– – – –

Este é o lugar #7 do Projecto 40 anos, 40 lugares

joana e danilo

Ainda vou conhecer muito lugares especiais durante este ano!

Entretanto, espreitem os que já visitei este ano em Portugal:

#0  O Baleal é a minha praia  Peniche

#1  A Gulbenkian em Lisboa está cheia de curiosidades – Lisboa

#2  O charme e as histórias do Parque das Caldas da Rainha – Caldas da Rainha

#3 – Museu do Oriente, visitar a cultura oriental em Lisboa – Lisboa

#4 – Arquivo em Leiria: livros, cultura e café – Leiria

****

Visitem também a nossa página no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário