DIÁRIO

Viajar em Família: como isto tudo começou…

15 Maio, 2017

Muitas vezes perguntam-me como isto tudo começou. Isto do blog. Das viagens. Da vontade de ir e levar os miúdos para todo o lado

Confesso que das primeiras vezes que ouvia esta pergunta, elaborava grandes respostas. Ía buscar vários clichés (todos carregadinhos de verdade) sobre a minha visão dos sonhos, da realização e concretização pessoal, da partilha despojada numa comunidade com os mesmos interesses.

Da inesgotável paixão, do puro prazer, do constante estado de entusiasmo e felicidade que sentia quando estava a empreender algo relacionado com isto do blog.

Enfim, ía buscar argumentos sobre tudo aquilo que me move, tudo aquilo que se entranhou de tal modo em mim (mas esbarrando tantas vezes na tão difícil tarefa de conseguir transferir tais emoções para palavras ou explicações públicas).

Um destes dias, vi a coisa com uma clareza diferente. Afinal a resposta era tão mais simples, tão mais fácil. Sempre esteve ali. Dentro de mim.

Afinal, para mim, isto tudo começou na família. Sim, o Viajar em Família começou na minha família.

Começou nas saídas a seis (somos quatro irmãs) nos anos oitenta e noventa.

Começou quando os meus colegas apareciam na escola com roupas ou gadgets novos e eu aparecia com mais uma história para contar sobre um lugar que tinha acabado de conhecer.

Nem todos compreendiam ou se mostravam interessados, pois, mas eu tinha um orgulho imenso em, por exemplo, conseguir responder a questões porque já lá tinha estado realmente e não apenas porque tinha visto algo escrito nas páginas do manual escolar.

Começou quando nos restaurantes ou hotéis nos olhavam com um sorriso (e outras tantas vezes, com um olhar incomodado também!). Porque como imaginam, quatro meninas quase em escadinha, faziam furor em qualquer lugar que entrássemos. Até porque frequentemente, durante anos, erámos as únicas crianças nesses tais lugares.

Começou quando não existiam festas, feiras, festivais, actividades, workshops ou fins-de-semana estruturados para famílias. Quando não existiam revistas, plataformas digitais, figuras públicas ou bloggers a divulgar e a dizer maravilhas de marcas/ conceitos/ férias para famílias. Porque, nos anos oitenta e noventa, nós já estávamos lá. A fazer a festa e as actividades todas por conta própria!

Claro que quando os meus filhos nasceram, a transição foi super natural e intuitiva. O que sempre fiz com os meus pais, fazia agora com eles (com a grande ajuda da net e do low cost, já se sabe).

viajar em familia

Entretanto, entendi claramente que estive este tempo todo a preparar-me para o que aí vinha. Anos a fio, interiorizei valores, princípios. Tive contacto com uma série de aprendizagens. E disso não posso fugir. Assim, sem saber ou programar, a vida e as viagens foram acontecendo e culminou neste meu projecto querido, o Viajar em Família.

Sim, às vezes as respostas estão bem mais acessíveis do que pensamos. Hoje, sei que estou onde estou, sou quem sou, porque assumo um reflexo dos acontecimentos familiares por que passei.

Por isso, resta-me a gratidão e o reconhecimento. Obrigada PAI e MÃE por me mostrarem o caminho. Obrigada FILHOS por serem os melhores companheiros nesta viagem. Obrigada FAMÍLIA.

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário