Suécia

Dormir num avião, com camas mesmo a sério

8 Julho, 2013

Esta experiência de dormir num avião estava na nossa lista de desejos faz tempo!

Quem segue este blog sabe o quanto gosto de dar a oportunidade aos miúdos de terem acesso ao máximo possível de novas experiências.

Então, quando descobri que tinham transformado um avião num hostel, anotei logo na minha lista. E pensei que assim que estivéssemos para aqueles lados iríamos lá.  🙂

dormir num avião

Ora, a oportunidade surgiu quando estávamos a fazer a nossa roadtrip entre a Suécia e Portugal. Essa viagem tão especial e cheia de aventuras!

Os meus filhos vieram ter comigo, na sua primeira viagem de avião sem os pais, precisamente ao aeroporto de Estocolmo (onde está estacionado este avião agora transformado em hostel).

dormir num avião

E eu senti as mesmas dificuldades que já tinha sentido na minha viagem a solo do Santo António ao Midsummer. Conseguir gerir o acesso à internet, toda a logística de organizar a viagem, cumprir com os objectivos planeados e ainda conduzir sozinha, foram agora acrescidos com o ritmo imposto pelos meus dois jovens “a bordo”.  🙂

Mas encaro sempre tudo isto como uma aprendizagem. Sim, são experiências desgastantes, mas também irrepetíveis, e lembro-me constantemente da frase “depois da tempestade vem a bonança”. Porque sei que são estas memórias que ficam para o resto da vida. Nos unem mais e identificam melhor.

dormir num avião

Então, quando os miúdos chegaram a Estocolmo eu tinha uma surpresa preparada para eles: íamos dormir num avião! Mas num avião muito especial!

Tinha reservado uma noite num dos quartos do Jumbo Stay. Que tem o conceito de um hostel, com quartos individuais, duplos ou triplos mas também dormitórios com vários beliches.

A grande maioria dos quartos tem casa de banho partilhada, ao fundo do corredor, que mantiveram a estética de uma habitual pequena casa de banho de avião, mas agora com duche.

dormir num avião

A grande diferença deste alojamento está precisamente no facto das instalações serem um antigo avião jumbo Boeing 747, agora estacionado muito perto do aeroporto de Arlanda e quase encostado à estrada. Aliás, bem visível a todos os carros que passam.

Está todo transformado por dentro para conseguir alojar jovens e menos jovens. Essa foi mesmo uma das grandes surpresas que tive enquanto hóspede. Por aquele enorme corredor dos quartos – o corredor central do avião – vi passar casais, famílias, grupos de amigos ou viajantes individuais de várias idades e nacionalidades.

dormir num avião

Ao longo desse corredor tinha fotografias nas paredes de todo o trabalho de transformação que foi realizado, até chegar ao que é hoje. “O antes” e “o depois” do avião.

dormir num avião

E também reparei que isso era motivo de interesse para muitas das pessoas que passavam. Assim como não deixei de reparar que todos os novos hóspedes que entravam traziam na cara um sorriso. Assim como se estivessem realmente a viver momentos mágicos. Uma experiência intensa e até desejada.

dormir num avião

Senti pois que este não é apenas um local para dormir. É um local diferente, que normalmente não associamos a um sítio para pernoitar. Que se escolhe porque conta uma história. Leva-nos a imaginar todas as pessoas que por ali passaram, as viagens realizadas, os países visitados. As mais diversas histórias de vida.

Tudo isto tem a vantagem de nos proporcionar diversas sensações. Como o passeio pela asa, por exemplo. É incrível saber que estamos realmente em cima de uma asa de um avião! A oportunidade de conseguirmos repetir a proeza espera-se que seja rara. 🙂

dormir num avião

dormir num avião

Esta experiência está aberta (mediante um pagamento) às pessoas que não estando alojadas, gostavam de poder viver esta emoção. Foi aqui, na asa, que passámos algum tempo ao fim da tarde, sentados numa das mesas de madeira. Com um sol quente como companhia.

Depois apanhámos o autocarro (grátis) e fomos jantar ao aeroporto. O avião serve apenas bebidas e refeições rápidas já preparadas, prontas a aquecer.

dormir num avião

dormir num avião

O nosso quarto era pequeno e tinha um beliche. Não dava para esquecer onde estávamos pelo formato das janelas (algumas tinham cortinas) e pela estrutura da inconfundível arrumação da bagagem de mão que foi mantida.

Claro que as dimensões e a estrutura do quarto não é a mais prática ou confortável. Mas acho que vale pela experiência única e marcante que é. Os miúdos gostaram bastante e dificilmente se irão esquecer que foram dormir num avião!

dormir num avião

Antes de adormecer o Francisco fez uma interessante observação: “era bom que todos os aviões tivessem estas camas mesmo a sério, e quando acordassemos já estávamos noutro país”. Atenção companhias aéreas, esta é apenas uma ideia de uma criança de 11 anos, que deviam respeitar com muito carinho! 😉

dormir num avião

De manhã tomámos o pequeno-almoço, simples mas agradável, que começa a ser servido às 3h da manhã, na colorida parte da frente do avião. E assim ficámos prontos para explorar a cidade de Estocolmo em família.

Ainda mais curiosidades sobre o Jumbo Stay ou seja, dormir num avião com camas:
  • tábua e ferro de engomar no corredor
  • os hóspedes têm de se descalçar (deixando os seus sapatos à porta) como se de uma casa particular se tratasse
  • o chão é alcatifado, o conforto está assegurado

dormir num avião

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

4 Comentários

  • Reply Carlos 9 Julho, 2013 at 8:53

    Uau! Fantástico. Achei giro o facto de escolheres um “avião” por uma noite… já que na tua viagem “voas” sempre de carro. Desejo-vos a continuação duma ótima viagem. Desfrutar é obrigatório! bjs. c

    • Joana
      Reply Joana 11 Julho, 2013 at 20:19

      Sim, foi bom mudar de meio de transporte por umas horas! Beijinhos

  • Reply Marua Clara Costa 9 Julho, 2013 at 21:04

    belíssima ideia!

    • Joana
      Reply Joana 11 Julho, 2013 at 20:25

      Obrigada Maria! Beijinhos

    Deixe um comentário