DICAS DE VIAGEM

Dicas de Mãe #7: Sónia do Amniótico

10 Maio, 2014

E a partir de agora será sempre assim. Mais uma mãe, mais três dicas.

Uma mãe com a vontade, e a coragem, para pegar na filha e mostrar-lhe de que é feito o mundo, que partilha agora o que já aprendeu com a experiência. Mas também uma mulher com um projecto que vale muito a pena conhecer, porque é feito com toda a criatividade, empenho e carinho.

Assim, e mais uma vez, é com três perguntinhas apenas que se aprende um pouco mais sobre viajar em família!

Nome da Mãe: Sónia Figueiredo

Idade da Filha: 8 anos

Projecto: Amniótico

A Sónia é mãe solteira desde 2005 e a ideia de iniciar um blog começou logo aí, coisa que afinal acabou por só se concretizar em Março deste ano com a estreia do Amniótico. Mas esta mãe não se revê na forma como a nossa sociedade ainda se refere às mães solteiras, com o preconceito que todas estão desesperadas ou são vitimas e por isso quis com o seu exemplo pessoal de mãe que viaja a trabalho e passa temporadas fora, em países “que não lembra a ninguém” como o Afeganistão ou o Congo renunciar a esses papéis. E ainda inspirar outras mães na mesma situação, a não desistirem dos seus sonhos. Porque afinal, ela segue a regra: só uma mãe feliz, cria um filho feliz.

Francisca_Quinhamel, Guiné Bissau 2

Francisca com o amigo Fábio e a babysitter Clotilde em Quinhamel, Guiné Bissau

As três perguntinhas, transformadas em dicas de mãe:

1 – Uma coisa que vai sempre na mala  livros, alguns brinquedos…coisas para a entreter nos momentos mortos da viagem. Independentemente de já ter 8 anos quase 9, é uma criança muito activa que gosta de desafios e porque eu sou uma mãe normal nem sempre consigo acompanhar! Por isso desde sempre que leva consigo alguma coisa, evito dar-lhe simplesmente para a mão o smartphone da mãe. Prefiro que esteja ocupada a desenhar, ler ou simplesmente brincar com alguma boneca. Até uma pequena camera fotográfica dá, porque aí ela pode desenvolver o seu lado artístico enquanto olha à volta durante a viagem!

2 – Um destino que nunca desilude – Guiné Bissau! Terra Sabi. (Terra saborosa) Um local que recomendo totalmente até para quem tem filhos pequenos. As ilhas Bijagós são do mais magnifico possível, com um povo maravilhoso. E a comida local além de saudável é maravilhosa, e o peixe do mais fresco que há. Só tem um problema para quem não gosta de desafios como um avião minúsculo para lá chegar, ou uma lancha durante 2 horas e meia. Com crianças percebo que seja um desafio. Mas chegando lá é simplesmente maravilhoso, as praias no seu estado ainda selvagem, lindo. Super seguro, garanto.Os preços de estadia super acessíveis…e em português!

3 – Um erro a não repetir – não avaliar bem que às vezes em África à noite faz frio. Não ter na realidade pesquisado sequer no Google que tempo faria em Janeiro na Guiné Bissau, e não ter levado roupa um pouco mais quente para as noites. Tudo se resolveu sem problemas no final, também não era o Ártico!

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário