Dinamarca, ROTEIROS

Copenhaga, a cidade dos prémios

16 Outubro, 2013

Esta é a segunda vez que visitamos Copenhaga, a capital da Dinamarca. Em 2009 a cidade serviu de ponto de passagem para irmos à Legoland em Billund. Desta vez viemos participar na Noite Cultural – Kulturnatten – que todos os anos se realiza na sexta-feira de Outubro em que as escolas entram de férias (é o autumn break – duas semanas de descanso para quem já iniciou as aulas em Agosto).

Esta é uma cidade muito premiada e é fácil entender porquê. Tudo está muito cuidado e organizado. Acho que aqui se sente facilmente respeito, liberdade, confiança e igualdade entre as pessoas (mas eu sou suspeita: gosto muito da Escandinávia!).

É também um local onde o moderno e o antigo, a tradição e o design convivem de uma forma muito interessante e saudável.

Estes são os prémios arrecadados em 2013 por este país com cerca de cinco milhões de habitantes:

  • Dinamarca – País mais feliz do mundo (World Happiness Report)
  • Copenhaga – Melhor cidade para se viver (revista Monocle)
  • Copenhaga – Capital Verde da Europa – em 2014, mas os resultados já foram divulgados (Comissão Europeia)

Os dinamarqueses, muitas vezes apelidados de “frios” são na verdade “pouco invasores” da privacidade de cada um, explicaram-me. Seja qual for a teoria para este comportamento social, devo dizer que ao longo da nossa estadia sempre encontrei pessoas muito simpáticas, sorridentes e prestáveis – e todas falavam impecavelmente inglês.

Apesar da independência incutida desde cedo às crianças (é normal irem para a escola sozinhos de bicicleta desde os 10 ou 11 anos e terem um part -time desde o liceu) é também muito comum a interacção familiar em espaços e actividades públicas urbanas, faça mais ou menos frio (pois, porque se eles permitissem que o clima controlasse os seus passeios, não sairiam de casa durante meses!).

Esta é então, sem qualquer dúvida, uma cidade muito child friendly onde as familias têm sempre algo para fazer. Não é muito grande, é plana, segura e, em regra, as atracções, restaurantes e hóteis fazem as crianças sentirem-se muito bem-vindas. Durante estes dias de férias escolares, aumenta também a oferta de actividades para os mais pequenos um pouco por toda a cidade.

Como na nossa última visita, no Verão de 2009, já tínhamos estado em muitas das principais atracções, desta vez, optámos por fazer outras coisas diferentes:

  • Andar de bicicleta tandem (com dois assentos)

  • Visitar a fábrica da cerveja Carlsberg (com o seu passeio de reboque puxado por cavalos)

  • Passear no parque Assistens Kirkegard, onde está a sepultura de Hans Christian Andersen (autor da pequena sereia)

  • Usufruir dos Jardins de Tivoli (parque de diversões agora com as suas magníficas decorações de Halloween)

E ainda gostámos muito de recordar alguns símbolos da cidade:

  • As engraçadas moedas furadas

  • Os carrinhos de bebé que parecem os de “antigamente” por todo o lado

  • Os cafés com enormes janelas e mesas corridas mesmo encostadas ao vidro

  • E as muitas, muitas bicicletas (de todas as formas, cores e feitios – mais de 50% da população usa exclusivamente este meio de transporte para se deslocar na cidade)

Apesar do frio que já se fazia sentir – “e dentro de um mês estará tudo branco” – tornando os passeios ao ar livre mais breves do que no Verão, gostei bastante de ver as bonitas tonalidades que esta altura do ano empresta a grande parte das folhas, criando imagens bastante coloridas.

É sempre bom voltar a sítios assim!

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário