Portugal, ROTEIROS, Visitar

Castelo de Óbidos: roteiro para um passeio em família

19 Dezembro, 2016

O Castelo de Óbidos é um dos castelos mais bonitos que conheço em Portugal. Um dos maiores e mais bem conservados. É até possível ir comer e dormir no seu interior, mas para isso é preciso entrar na Pousada do Castelo.

Um alojamento que dá a possibilidade aos seus hóspedes de conhecerem as instalações que reis, rainhas, príncipes e princesas habitaram em tempos. Sem dúvida, uma experiência especial para quem tiver alguma disponibilidade.

Mas subir às muralhas do Castelo de Óbidos é de acesso livre e um belo passeio para todos. Até para quem tem medo de alturas, diria eu. Recomendo então que ganhem fôlego e vençam os degraus das escadas encostadas à Porta da Vila para a partir daí ficarem com uma panorâmica geral dos belos traços medievais de Óbidos.

Aos mais aventureiros, sugiro que percorram ainda a quase totalidade das muralhas do Castelo de Óbidos. Já o fiz várias vezes com os meus filhos e garanto que foi bastante divertido. As muralhas têm cerca de 1,5 km de comprimento e durante o percurso existem deslumbrantes vistas que nos cativam o olhar. Perspectivas super interessantes da região, que só se encontram desde lá de cima.

E não se esqueçam, é preciso manter sempre a habitual vigia constante aos miúdos. Porque apesar de a largura do caminho de pedra até ser bastante razoável para circular com segurança, nem sempre existem vedações ou protecções.

muralhas do castelo de óbidos

É um bom passeio, subir às muralhas do Castelo de Óbidos

Considero ainda que o Castelo de Óbidos tem outro ponto forte a seu favor. Tem o que poucos outros lugares assim históricos têm: uma charmosa Vila circundada pelos seus altos muros de pedra. Um lugar com vida própria. Com muitas casas de habitação, lojas, cafés, restaurantes, hotéis, igrejas, museus, serviços públicos a funcionarem…

Apesar da “invasão” diária de turistas, recomendo vivamente uma visita. Aproveitem para apreciar todos os detalhes que fazem deste um sítio único: vasos de flores à janela e grandes plantas que trepam paredes, casas pintadas com cores alegres, detalhes históricos que se mantêm intactos ao longo de tantos séculos, cantos e recantos super fotogénicos que parecem nunca acabar.

castelo de obidos

O Castelo de Óbidos, uma das 7 Maravilhas de Portugal

rua de óbidos, portugal

Uma das charmosas ruas de Óbidos

Durante vários meses do ano, é também possível encontrar o Castelo de Óbidos envolvido em festas e festivais com decorações tão diversas como o chocolate, a época medieval, a literatura ou o Natal.

Todos estes factores terão ajudado a eleger o Castelo de Óbidos como uma das 7 Maravilhas de Portugal.

castelo de óbidos

O imponente Castelo de Óbidos, no centro de Portugal  (num dia nublado)

Óbidos está próximo do Oceano Atlântico e pela localização estratégica, acredita-se que a primeira ocupação do lugar terá sido na pré-história. Vários povos terão depois sucessivamente ocupado este espaço: Lusitanos, Romanos, Visigodos, Muçulmanos. Sendo durante a ocupação árabe que terá surgido a fortificação da povoação.

Em 1148, D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal conquistou Óbidos aos mouros. E os encantos deste lugar, conseguiram deslumbrar D.Dinis (1279-1325) que o ofereceu como presente de casamento à Rainha Santa Isabel. Passando a integrar a partir daí, o dote de todas as rainhas de Portugal (até ao ano de 1834).

O grande terramoto de 1755 destruiu parte da fortaleza e alguns edifícios medievais. E já no século XX, o castelo acabou mesmo por ficar em ruínas. Mas depois de vastas obras de restauro, em 1950 foi instalada a primeira pousada a ser construída num edifício histórico.

Actualmente, o Castelo de Óbidos e o conjunto urbano da Vila estão classificados como Monumento Nacional.

MORADA

Castelo de Óbidos, na Vila de Óbidos, distrito de Leiria, Portugal. Fica a cerca de 85 km de Lisboa, a 240 km do Porto e a 340 km de Faro.

ESTACIONAMENTO

Há vários parques de estacionamento, uns a pagar outros gratuitos. Grande parte deles estão perto do posto de turismo.

HORÁRIO

Sempre aberto.

PREÇO

Gratuito (excepto durante as festas e festivais anuais que ocupam a parte de trás do Castelo de Óbidos e um pequeno trecho da muralha).

MAIS  7  IDEIAS PARA INCLUIR NO PASSEIO AO CASTELO DE ÓBIDOS

Já sabem, eu sou pelo aproveitamento de recursos. Por isso, enquanto estiverem por aqui, usufruam de outras experiências. Espreitem as minhas sugestões para:

COMER

Ja!mon Ja!mon: Acho que tem muito mais piada lá ir quando está bom tempo, pois pode-se comer na esplanada, assim tipo pátio particular. Apesar da sala pequenina (com meia dúzia de mesas) que assegura as refeições durante o clima mais frio, também ser bastante confortável. Com o forno a lenha aceso e aquela sensação de aconchego de estarmos na sala de jantar de uma qualquer avó. A caixa registadora à antiga dá o toque final à decoração vintage.

Durante a semana ao almoço existe prato do dia. Mas no menu encontram-se vários petiscos e especialidades castelhanas (sim, o nome do restaurante vem daí). O atendimento é super jovial, atencioso, informal, feito por dois irmãos, às vezes também o pai e a mãe. Quem quiser pode lá ir apenas buscar pão com chouriço ou bolo caseiro, tudo acabadinho de fazer no tal forno. Sigam o cheiro, logo a seguir à Porta da Vila, que não se vão arrepender.

restaurante Ja!mon Ja!mon óbidos

A localização do Ja!mon Ja!mon é mesmo pitoresca

Infusion: É um espaço que foi completamente remodelado e acabou de abrir. Ou seja, tem instalações modernas e confortáveis. Uma equipa jovem e simpática no atendimento, a acrescentar ao fácil estacionamento num lugar desafogado (perto da escola Josefa de Óbidos).

Serve pequenos-almoços, tem opção de prato do dia ao almoço, mas acho que a melhor altura do dia para uma visita é mesmo à hora do lanche. Os cadeirões ao ar livre ou as largas janelas convidam a assistir ao quente pôr-do-sol enquanto as saborosas especialidades da casa nos adoçam o paladar.

Uma extensa escolha de chás e bolos caseiros diários, éclairs ou outras tais delícias francesas. Mas também se pode petiscar (queijo, presunto e afins), ver uma exposição, assistir a noites temáticas e até pernoitar (nos quartos acabadinhos de estrear).

Infusion em Óbidos

As especialidades francesas da Infusion em Óbidos

DORMIR

Pousada do Castelo: É um hotel muito charmoso. Apresenta uma decoração temática, apesar do conforto moderno em quartos com mobília de época. Tem um restaurante, onde as janelas manuelinas do Castelo de Óbidos fazem parte da decoração natural. E um bar ao ar livre (na parte mais recente da pousada) com uma vista fantástica para a Vila de Óbidos.

A localização super privilegiada, dentro do Castelo de Óbidos, pode comprometer o estacionamento à porta e até o sossego nas épocas de realização dos eventos anuais. Este alojamento faz parte das Pousadas de Portugal, do Grupo Pestana (mas para os meus leitores brasileiros tenho de relembrar que existem grandes diferenças entre Portugal e Brasil no conceito de pousada, por isso vale reforçar que este é um alojamento com requinte e charme localizado num monumento histórico).

pousada do castelo de óbidos

A Pousada do Castelo de Óbidos

Hotel Real D’Óbidos: Está instalado num antigo convento, muito perto das muralhas. A decoração dos espaços comuns é acolhedora, com cores quentes e grande lareira na sala de estar a fazer lembrar as majestosas instalações reais. Os funcionários estão trajados à época.

Cada quarto tem o nome de um monarca ligado à História de Óbidos, uma decoração em materiais nobres e até algumas réplicas de mobiliário. Os quartos são então todos únicos, diferentes, a representar épocas históricas distintas, apesar da temática ser a mesma e do nível de conforto moderno estar sempre assegurado. Tem estacionamento coberto privado. Piscina exterior e jardim com uma vista completamente soberba para o casario e Castelo de Óbidos.

hotel real óbidos

O Hotel Real está a poucos passos da muralha do Castelo de Óbidos

VISITAR

Livrarias de Óbidos: São mesmo das mais originais que já conheci. A uma hora a Norte de Lisboa, Óbidos representa hoje em dia mais do que apenas ruas medievais ou ginjinha. Representa inovação, criatividade. E isso está bem presente nas livrarias espalhadas pela Vila.

As minhas três preferidas são a de Santiago (dentro de uma igreja), a do mercado (com um mercado biológico) e a da Adega (com um pequeno bar onde se vende e prova vinho). Visitem e façam as vossas próprias escolhas.

Livrarias de Óbidos

A livraria Santiago, Óbidos, Portugal

Jardim Budhha Eden: Intitula-se o maior jardim oriental da Europa. Tem cerca de 40 hectares com muitas plantas exóticas, lagos, esculturas, patos e peixes. Bastantes estátuas de Buddhas gigantes. Muito espaço e sossego. Um restaurante e loja com venda de vinho. Está muito perto do Bombarral e tem fácil acesso. É perfeito para as correrias dos miúdos.

buddha eden

O Buddha Eden é um jardim muito bonito, amplo e calmo

Praia do Baleal: Quando penso em praia com ambiente familiar e água sempre do agrado de grandes ou pequenos, penso no Baleal. Quando penso em comer peixe fresco com vista mar e a areia à distância de escassos metros (para as brincadeiras soltas dos miúdos), penso no Baleal.

Quando penso na primeira aula de surf dos meus filhos, penso no Baleal. Quando penso numa caminhada de duas horas, com o mar sempre como companhia, penso no Baleal. Ou seja, para mim, ir à região Oeste é também sinónimo de ir ao Baleal. De Verão e de Inverno.

baleal em familia

O Baleal é a minha praia

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário