Compras

Calm, a revista do mindfulness e da criatividade

5 Junho, 2017

Já conhecem a Calm?

O número zero com o título “Felicidade é…” e o número um com o título “olá, primavera” conseguiram captar a atenção dos muitos adeptos de mindfulness ou criatividade, unindo assim uma comunidade que pensa e age diferente.

Ora, incluindo-me eu nesse grupo, acreditem, que agora não é nada fácil ter de esperar três meses para agarrar numa nova edição desta revista Calm!

Tomem nota, o número dois, “tempo para crescer” está disponível nas bancas a partir do dia 5 de Junho.

revista calm numero dois

Possivelmente até já sabem do meu gosto por livros e revistas em papel (os miúdos dizem que sou a mulher do papel) por isso, em relação a esta nova revista, tenho mesmo de começar pelo seu aspecto:

A Calm é liiinda!

A suave textura do papel, o conjunto das cores pastel escolhidas, o super cuidado na paginação, a diferenciação na apresentação gráfica (apesar de eu preferir ler num tamanho de letra maior, que isto de ler à noite já não é o mesmo depois dos 40…).

Mas fico sempre fascinada com produtos originais assim e tinha mesmo de partilhar aqui a minha descoberta desta recente publicação em Portugal. Pois acredito que muitos de vocês também se identificam com estes bonitos detalhes, que afinal fazem toda a diferença no mundo agitado e de consumo rápido que nos rodeia.

Sabe mesmo bem parar, conseguir estar presente e concentrado em algo que nos dá prazer. Permitir-nos ter tempo para apreciar as coisas mais simples desta vida, não é?

Já no início deste ano, tinha reflectido sobre isto do tempo e do dinheiro quando comecei a planear as viagens para 2017.

revista calm viagens

Mas voltando à Calm, acho que até podia muito bem ser um livro. Porque na verdade, tem a qualidade de um livro. O cheiro de um livro por estrear. E até o peso de um bom livro!  🙂

Porque “é feita de ideias que perduram”. Porque não é para ler e deitar fora… “todas as edições merecem ser guardadas”, confirma uma frase no seu interior.

E porque é bonita demais, a revista Calm é para usufruir muitas e demoradas vezes. É para ler, reler, recortar, partilhar. Com calma. Foco. Plenitude. Consciência. Criatividade. Sim, a Calm exaltou todas estas coisas em mim.

passaros calmpassaros calm

Ou seja, a Calm é muito mais do que uma revista. Na verdade chama-se project Calm por isso mesmo. Porque é um estilo de vida. Uma forma de estar.

Um objecto que se pode ver, sentir, manusear. Que se transforma numa verdadeira fonte de inspiração e num compêndio de informação e tarefas para todos os que gostam ou praticam uma das mais badaladas palavras do momento – mindfulness.

Neste número dois os temas abordados são:

  • Bem-Estar
  •  Papercraft
  •  Olaria
  •  Podcasting
  •  Ioga
  • Viagens
  • Diários
  • Criatividade
  • Natureza
  • Cidades

E existem vários extras destacáveis/ ofertas no interior que apelam à criação de objectos exclusivos:

  • Pinturas de pássaros para pendurar
  • Penas pintadas à mão para emoldurar
  • Cartão colorido para trabalhos criativos
  • Etiquetas para o jardim
  • Pacotes de sementes para personalizar
  • Autocolantes para decorar

Por isso, experimentem juntar umas tesouras, uns tubos de cola e investir umas boas horas de trabalhos manuais com os miúdos para abrir o apetite para outras tantas boas horas passadas ao ar livre, também em família.

A cumplicidade constrói-se nestes momentos. E a recompensa é enorme.

calm etiquetas

Pelo que sei, cada edição da Calm tem sempre as mesmas quatro temáticas:

  • Natureza
  • Casa
  • Viagens
  • Corpo e Mente

Apesar de em cada edição existirem sempre muitas novas ideias para tarefas divertidas (e, confirmo, fáceis de fazer).

Por exemplo, nesta edição número dois descobri muitas coisas giras na comemoração do bom tempo, nas horas passadas ao ar livre, nas temperaturas mais elevadas, no cantar dos pássaros, no poder meditativo, nas tradições escandinavas (sou fã há anos… ahhh, o que eu gosto de voltar à Dinamarca e à Suécia).

Sabiam que existem retiros de ioga em família, empresas de turismo que só trabalham com pacotes de férias responsáveis ou uma artista em Bombaim que aproveita bilhetes de comboio para fazer quadros? Pois, eu fiquei a conhecer todos estes projectos aqui e ainda várias estufas urbanas e as cidades mais verdes do mundo.

calm proxima

Mas sabem como é que eu acho que a Calm ainda podia ficar mais hiper mega fantástica?… Tendo mais conteúdo sobre pessoas e produtos portugueses hiper mega fantásticos!  🙂

Porque sei que os há. E aqui fica o desafio, se conhecem alguém criativo, atento, sereno apresentem-lhe esta publicação inovadora.

Partilhem o conceito. Passem a palavra. Usufruam da Calm.

Divirtam-se!

****

Revista Calm

Editora: Goody

Preço: 9,90 euros

****

Estamos no facebook e instagram

RECOMENDO TAMBÉM

Deixe um comentário